Os Abençoados

domingo, 17 de fevereiro de 2013

Mateus 24:15-31

Mateus 24.15-31

15 Quando, pois, virdes o abominável da desolação de que falou o profeta Daniel, no lugar santo (quem lê entenda),
16 então, os que estiverem na Judéia fujam para os montes;
17 quem estiver sobre o eirado não desça a tirar de casa alguma coisa;
18 e quem estiver no campo não volte atrás para buscar a sua capa.
19 Ai das que estiverem grávidas e das que amamentarem naqueles dias!
20 Orai para que a vossa fuga não se dê no inverno, nem no sábado;
21 porque nesse tempo haverá grande tribulação, como desde o princípio do mundo até agora não tem havido e nem haverá jamais.
22 Não tivessem aqueles dias sido abreviados, ninguém seria salvo; mas, por causa dos escolhidos, tais dias serão abreviados.
23 Então, se alguém vos disser: Eis aqui o Cristo! Ou: Ei-lo ali! Não acrediteis;
24 porque surgirão falsos cristos e falsos profetas operando grandes sinais e prodígios para enganar, se possível, os próprios eleitos.
25 Vede que vo-lo tenho predito.
26 Portanto, se vos disserem: Eis que ele está no deserto!, não saiais. Ou: Ei-lo no interior da casa!, não acrediteis.
27 Porque, assim como o relâmpago sai do oriente e se mostra até no ocidente, assim há de ser a vinda do Filho do Homem.
28 Onde estiver o cadáver, aí se ajuntarão os abutres.
29 Logo em seguida à tribulação daqueles dias, o sol escurecerá, a lua não dará a sua claridade, as estrelas cairão do firmamento, e os poderes dos céus serão abalados.
30 Então, aparecerá no céu o sinal do Filho do Homem; todos os povos da terra se lamentarão e verão o Filho do Homem vindo sobre as nuvens do céu, com poder e muita glória.
31 E ele enviará os seus anjos, com grande clangor de trombeta, os quais reunirão os seus escolhidos, dos quatro ventos, de uma a outra extremidade dos céus.

 
Facebook - Curta nossa Página…


Os acontecimentos anunciados nestes versículos dizem respeito a Israel e somente ocorrerão após o arrebatamento da Igreja. Porém, para mostrar quais serão as conseqüências de Sua rejeição - descrita nos capítulos anteriores -, o Senhor dirige-se a Seus discípulos como se eles fossem a geração que iria passar por esse período tão terrível. Na verdade, os cristãos da dispensação (período) atual não estarão mais neste mundo quando chegar o dia em que o Anticristo seduzir as nações, profanar o templo (v. 15) e perseguir os fiéis. Por isso, as advertências e exortações dadas aqui não concernem diretamente a nós. Mas o Senhor Jesus manifesta grande interesse pelas coisas que sucederão antes da Sua vinda em glória (v. 30). Pensa com grande simpatia nos fiéis que sofrerão naqueles tempos. Supõe também que aqueles a quem chama de amigos devem compartilhar esse interesse e simpatia (João 15:15). Falar-nos dessas coisas por antecipação (v. 25) é uma grande prova de amor e de confiança de Sua parte (Gênesis 18:17). Isso só não é razão suficiente para buscarmos compreender essas verdades proféticas? Além do mais, elas são uma fonte de exortação proveitosa em todas as épocas e para todas as testemunhas do Senhor - exortações como: perseverar (v. 13); orar (v. 20); vigiar (v. 42).



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Participe e ganhe!

Nos Acompanhe!

Facebook - Curta nossa Página…

Tecnogospel

Missões e Evangelismo

Vivos! O site da fé Cristã!

Publicidade

Divulgador

Publicidade