Os Abençoados

terça-feira, 12 de fevereiro de 2013

Mateus 22:23-46

 Mateus 22.23-46

23 Naquele dia, aproximaram-se dele alguns saduceus, que dizem não haver ressurreição, e lhe perguntaram:
24 Mestre, Moisés disse: Se alguém morrer, não tendo filhos, seu irmão casará com a viúva e suscitará descendência ao falecido.
25 Ora, havia entre nós sete irmãos. O primeiro, tendo casado, morreu e, não tendo descendência, deixou sua mulher a seu irmão;
26 o mesmo sucedeu com o segundo, com o terceiro, até ao sétimo;
27 depois de todos eles, morreu também a mulher.
28 Portanto, na ressurreição, de qual dos sete será ela esposa? Porque todos a desposaram.
29 Respondeu-lhes Jesus: Errais, não conhecendo as Escrituras nem o poder de Deus.
30 Porque, na ressurreição, nem casam, nem se dão em casamento; são, porém, como os anjos no céu.
31 E, quanto à ressurreição dos mortos, não tendes lido o que Deus vos declarou:
32 Eu sou o Deus de Abraão, o Deus de Isaque e o Deus de Jacó? Ele não é Deus de mortos, e sim de vivos.
33 Ouvindo isto, as multidões se maravilhavam da sua doutrina.
34 Entretanto, os fariseus, sabendo que ele fizera calar os saduceus, reuniram-se em conselho.
35 E um deles, intérprete da Lei, experimentando -o, lhe perguntou:
36 Mestre, qual é o grande mandamento na Lei?
37 Respondeu-lhe Jesus: Amarás o Senhor, teu Deus, de todo o teu coração, de toda a tua alma e de todo o teu entendimento.
38 Este é o grande e primeiro mandamento.
39 O segundo, semelhante a este, é: Amarás o teu próximo como a ti mesmo.
40 Destes dois mandamentos dependem toda a Lei e os Profetas.
41 Reunidos os fariseus, interrogou-os Jesus:
42 Que pensais vós do Cristo? De quem é filho? Responderam-lhe eles: De Davi.
43 Replicou-lhes Jesus: Como, pois, Davi, pelo Espírito, chama-lhe Senhor, dizendo:
44 Disse o Senhor ao meu Senhor: Assenta-te à minha direita, até que eu ponha os teus inimigos debaixo dos teus pés?
45 Se Davi, pois, lhe chama Senhor, como é ele seu filho?
46 E ninguém lhe podia responder palavra, nem ousou alguém, a partir daquele dia, fazer-lhe perguntas.

 
Facebook - Curta nossa Página…


Outros contraditores, os saduceus, foram a Jesus com uma pergunta trivial. Eles pensavam que através de sua história poderiam provar que a doutrina da ressurreição era absurda. Antes de demonstrá-la pelas Escrituras, Jesus fala à consciência desses homens e mostra que eles discutem sem o conhecimento da Escritura, sobre a incerta e equivocada base de seus próprios pensamentos. Isso é o que fazem hoje muitas pessoas, especialmente as que pertencem às seitas que ensinam doutrinas falsas e perniciosas.

Derrotados pelas Escrituras, os inimigos da verdade voltam ao ataque (v. 34-40). Recebem como resposta um maravilhoso resumo de toda a lei - que os condena sem apelação. Então, por sua vez, o Senhor Jesus faz uma pergunta aos fariseus que os silencia. Desprezado, Ele que era ao mesmo tempo o Filho e o Senhor de Davi, ocupará uma gloriosa posição. E aqueles que, de toda maneira, escolheram ser Seus inimigos, achariam também o lugar que lhes estava reservado (v. 44). É muito triste ver pessoas que obstinadamente escolhem permanecer em seus próprios caminhos, recusando submeter-se a esses tão claros ensinamentos bíblicos (2 Timóteo 3:8). 


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Participe e ganhe!

Nos Acompanhe!

Facebook - Curta nossa Página…

Tecnogospel

Missões e Evangelismo

Vivos! O site da fé Cristã!

Publicidade

Divulgador

Publicidade