Os Abençoados

quarta-feira, 17 de outubro de 2012

Apocalipse 8:1-13



Na abertura do sétimo selo há uma breve pausa. Enquanto os anjos se preparam para executar os juízos, outro anjo (Cristo em pessoa) cumpre as funções de intercessor (V. 3). Pelo que Ele mesmo padeceu, o Senhor Jesus está em condições de identificar-se com os crentes na provação (Hebreus 2:18; 4:15). Naqueles últimos dias, Ele intervirá a favor dos fiéis da grande tribulação (mencionados no capítulo 7). Então, por sua vez, os cristãos que já estiverem reunidos na glória, tendo eles mesmos experimentado na terra fadigas e sofrimentos, terão tanto maior interesse nas circunstâncias dos crentes que terão de atravessar esse terrível período. Eles também serão sacerdotes com Cristo e apresentarão a Deus "taças de ouro cheias de incenso, que são as orações dos santos" (5:8).

Antes impedidos pela intercessão, cada um dos sete anjos se dispõe agora a tocar sua terrível trombeta. A primeira dá o sinal para um juízo repentino que afetará as poderosas nações do Ocidente (as árvores) e também a prosperidade mundial. A segunda corresponde à irrupção de uma grande onda de anarquia dentro do império. A terceira e a quarta provocam a queda e a apostasia das autoridades responsáveis, de modo que os homens serão lançados nas mais profundas trevas morais.    

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Participe e ganhe!

Nos Acompanhe!

Facebook - Curta nossa Página…

Tecnogospel

Missões e Evangelismo

Vivos! O site da fé Cristã!

Publicidade

Divulgador

Publicidade