Os Abençoados

segunda-feira, 3 de setembro de 2012

1 Pedro 2:1-12





Logo ao nascer, um recém-nascido precisa ser alimentado. Semelhantemente, a Palavra de Deus, após gerar vida (1:23), também fornece o alimento necessário para nos manter vivos. É o alimento completo para a alma, "o leite espiritual" do qual Cristo é a substância. Depois de termos experimentado o quanto o Senhor é bom, não podemos viver mais sem este alimento divino (v. 3; Salmo 34:8). 


Depois da semente viva (e da esperança viva do capítulo 1), encontramos aqui referência às pedras vivas. Juntas, elas são edificadas sobre Aquele que é a pedra angular, preciosa tanto para Deus quanto para nós que cremos (v. 7), a fim de formar um santuário espiritual (ver Efésios 2:20-22). O Senhor disse a Simão Barjonas que ele também era uma destas pedras (Mateus 16:18). Tais privilégios, contudo, também trazem consigo suas responsabilidades. Se somos sacerdócio real, é para que ofereçamos sacrifícios espirituais aceitáveis a Deus. Se somos raça eleita (um povo que espera sua posse), devemos proclamar o Seu louvor (Isaías 43:21). 

Tendo sido chamados "das trevas para sua maravilhosa luz", como podemos então permitir que as paixões carnais tenham lugar em nossa mente? No entanto, basta um olhar para atiçá-las e iniciar uma guerra na alma (v. 11). 




 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Participe e ganhe!

Nos Acompanhe!

Facebook - Curta nossa Página…

Tecnogospel

Missões e Evangelismo

Vivos! O site da fé Cristã!

Publicidade

Divulgador

Publicidade