Os Abençoados

terça-feira, 23 de julho de 2013

O que é o pecado?


Me deste trabalho com os teus pecados, e me cansaste com as tuas iniqüidades. Eu, eu mesmo, sou o que apago as tuas transgressões por amor de mim, e dos teus pecados não me lembro.(Isaías 43:24-25).



“Pecado” é um conceito moral. Não é uma questão de simplesmente transgredir regras, como nas dietas, ou qualquer coisa do tipo. “Pecado” designa cada forma de erro moral.

Podemos pecar contra Deus e contra nossos semelhantes. Portanto, é difícil entender porque essa palavra caiu em tamanho descrédito a ponto da maioria considerá-la obsoleta, tendo-a banido de seu vocabulário. Até mesmo as pessoas que dizem não crer em Deus geralmente reconhecem que têm certas obrigações para com os demais e que o pecado é uma violação destas. Então por que tanta aversão a essa palavra?

A razão está no fato de que, quando falhamos ao reconhecer a autoridade de Deus, instantaneamente perdemos nossa integridade em relação aos outros seres humanos. No que se refere às leis, vivemos de acordo com o lema: “Tudo é permitido desde que você não seja descoberto”. Essa é a estrada para o declínio. Um padrão moral verdadeiro tem de se originar fora da sociedade humana, ou seja, tem de vir de Deus. Ele é a autoridade que decide o que é pecado, mas que também o perdoa, quando existe uma vontade genuína no pecador de ser perdoado. Sem tal disposição, nossos pecados continuarão cansando o Senhor, que não vai ignorá-los, nem deixar que passem impunes. O mesmo Deus que oferece o perdão é o que declara àqueles que pensam que pecado é algo ultrapassado, um mero conceito religioso: “Assim eu também te enfraquecerei, ferindo-te e assolando-te por causa dos teus pecados” (Miquéias 6:13).

The Best Traffic Exchange

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Participe e ganhe!

Nos Acompanhe!

Facebook - Curta nossa Página…

Tecnogospel

Missões e Evangelismo

Vivos! O site da fé Cristã!

Publicidade

Divulgador

Publicidade