Os Abençoados

segunda-feira, 1 de julho de 2013

Lucas 2:21-38


Cumpriu-se, quanto ao menino, tudo o que ordenava a lei do Senhor. Este nome do Senhor é repetido quatro vezes nos versículos 22-24, como para confirmar os direitos divinos sobre este menino e o cumprimento da vontade de Deus já desde a tenra infância. O sacrifício oferecido no templo destaca a pobreza de José e Maria (leia Levítico 12:8). E, uma vez mais, não é aos príncipes do povo que o Libertador de Israel é apresentado, mas sim a anciãos humildes e piedosos: Simeão e Ana. Por que este privilégio é concedido a eles? Porque estavam esperando por Ele!

O Espírito conduz Simeão ao templo e lhe revela Aquele que é "a consolação de Israel" (v. 25), a salvação de Deus, a luz das nações e a glória do povo. Ele vê com seus próprios olhos e segura nos braços este menino, que significa tudo para sua fé. Ele louva a Deus e depois anuncia que o Senhor Jesus será a pedra de tropeço para manifestar o estado dos corações dos homens (Isaías 8:14). Hoje ainda Ele continua sendo isto.

Então chega Ana, mulher de oração e fiel testemunha. Vem e se une ao louvor; ao não deixar o templo, ela experimenta Salmo 84:4. Finalmente, na abundância de seu coração, fala a respeito dEle. Que grande exemplo para nós!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Participe e ganhe!

Nos Acompanhe!

Facebook - Curta nossa Página…

Tecnogospel

Missões e Evangelismo

Vivos! O site da fé Cristã!

Publicidade

Divulgador

Publicidade